Ex-diretor do Grupo Araguarina, Paulo Cezar Reis assume a Metrobus, indicado por Odilonzinho Santos. É a raposa cuidando do galinheiro

O governador Ronaldo Caiado (DEM) nomeou uma raposa para cuidar do galinheiro com a escolha de Paulo Cezar Reis para a presidência da Metrobus, empresa do governo do Estado que opera o BRT Leste-Oeste de Goiânia, o Eixão Anhanguera. O novo manda-chuva da estatal foi funcionário do Grupo Odilon Santos, proprietário, entre outras empresas, da Rápido Araguaia, uma das concessionárias do transporte coletivo da Grande Goiânia.

Paulo Cezar Reis é um remanescente das administrações do MDB no Estado. Entre 1991 e 1997, período que corresponde aos governos de Iris Rezende (1991-1994) e Maguito Vilela (1995-1998), já havia sido presidente da Metrobus, à época Transurb. Depois da passagem pela gestão emedebista, foi contratado pelo Grupo Odilon Santos, em uma diretoria da Viação Araguarina, que opera o trecho Goiânia-Brasília-Goiânia.

Compartilhe