Tempo real: Presidente do Sindgestor condena calote de Caiado e afirma que categoria exige pagamento imediato de dezembro

O presidente do Sindicato dos Gestores Governamentais do Estado de Goiás (Sindigestor), Eduardo Aires, discursa agora na assembleia geral de servidores contra o calote do governador Ronaldo Caiado (DEM) nos salários de dezembro. O líder sindical diz que a categoria agirá contra o atraso na folha e não aceitará a proposta de parcelamento dos salários.

Aires critica a postura intransigente do governo diante das sucessivas tentativas de acordo propostas pelas diferentes categorias de servidores. A assembleia geral reúne neste momento 47 associações e sindicatos de servidores em frente à sede da Secretaria da Fazenda (Sefaz), em Goiânia.