Secretário de Segurança começa fevereiro muito pressionado: mortes violentas assustam goianienses

Três homens decapitados, uma motorista de aplicativo brutalmente assassinada, homens baleados num bar e guerra entre facções. Assim foi o primeiro mês na Grande Goiânia. O surto de violência está assustando quem vive na Capital. Ainda mais porque o governador Ronaldo Caiado prometeu ser duro contra o crime e praticamente exterminar os problemas de violência em Goiás.

O secretário de Segurança, Rodney Miranda, que veio importado do Espírito Santo, não empolga a tropa da Polícia Militar. Rodney já sente na pele a pressão pelo excesso de mortes violentas. No final da noite de quinta-feira, dois homens foram mortos e mais dois baleados num bar localizado no Parque Amazônia, em Goiânia.

Caiado e Rodney precisam dar uma resposta. Será que vão colocar a culpa nos governos anteriores???