Exclusivo: TCE confirma G24H e desmascara de vez fake news da secretária Gavioli

O leitor viu aqui no 24Horas mais cedo que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) não havia emitido nenhuma recomendação que pudesse provocar mudança na estrutura administrativa da Seduce, alterando assim carga horária dos servidores e outras funções. Essa vem sendo a justificativa da secretária Fátima Gavioli para mascarar sua verdadeira intenção e do governador Caiado, que é a redução salarial dos servidores.

Em nota enviada ao blog, o TCE confirma que não há manifestação do Tribunal no sentido de interferir no exercício de funções dos servidores da Seduce. Ou seja, o discurso da secretária é fake news das grandes.

Veja abaixo a nota do TCE

O Tribunal de Contas do Estado de Goiás informa que, até o presente momento, não há manifestação Plenária no sentido de emitir recomendações ou determinações quanto ao cumprimento de hora/aula por professores, e de hora/relógio por secretários, coordenadores pedagógicos e tutores da Secretaria de Estado de Educação.