Bailão funk, nomeação de parentes e amigos, desrespeito à autonomia da Assembleia e cassação de conquistas dos servidores: o DNA coronelístico de Caiado é cada vez mais inegável

A pecha de coronel da política colou de vez na imagem do governador Ronaldo Caiado (DEM) com menos de dois meses de mandato. Motivos não faltam para as manifestações ruidosas contra a administração nas redes sociais.

A última é o bailão funk promovido pelo governador, a primeira-dama Gracinha Caiado e as filhas na noite deste sábado no Palácio das Esmeraldas.

A festança torna ainda mais aguda a insatisfação da geral com a nomeação de parentes e amigos, desrespeito à autonomia da Assembleia Legislativa e a cassação de conquistas dos servidores.