56 dias, mas parecem 56 meses: Caiado acumula crises em tempo recorde

O governador Caiado está no poder há 56 dias. Porém, ele já acumula tanto desgaste, tanta crise, que mais parece estar no poder há 56 meses. A expectativa do povo goiano virou decepção antes mesmo de dois meses completados. Logo de cara, Caiado se recusou a pagar o restante do salário de dezembro, mesmo recursos entrando nos cofres da administração. Também importou secretários de capacidade duvidosa que não se cansam de arrumar crises.

Na Educação, fechou escolas, reduziu cargas horárias e não pagou os aposentados. Na Segurança, as mortes violentas aumentaram muito e os policiais ainda não receberam o salário de dezembro. Na infraestrutura, Caiado e seus primos da Goinfra não possuem um plano de recuperação das estradas. Então, decidiram terceirizar o serviço para as prefeituras.

É muita crise para um governo que está apenas em seu começo!