URGENTE: Gestão de Paulo do Vale gera colapso na saúde em Rio Verde e crianças com dor e febre ficam sem atendimento médico

Este é o retrato sem retoque do caos que tomou conta da saúde em Rio Verde na gestão do prefeito Paulo do Vale: virou rotina nas unidades municipais de saúde de de Rio Verde dezenas de mães e pais desesperados aguardarem por horas a fio o atendimento – quem nem sempre acontece – para os filhos que sofrem com dor e febre.

As fotos que ilustram esta matéria foram tiradas às 22h10 do dia 26 de fevereiro último e foram enviadas ao G24horas  por uma servidora da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Rio Verde, que pediu para não ser identificada temendo por retaliações. Segundo ela, essa é a realidade nua e crua das unidades municipais de saúde na gestão de Paulo do Vale.

A situação é de calamidade pública. Denúncias de mal atendimento estão sendo encaminhadas ao Ministério Público para as devidas providências.

Não adianta o prefeito Paulo do Vale tentar tapar o sol com a peneira: por falta de investimentos, a estrutura de saúde pública do município virou sucata e os serviços prestados aos moradores locais pela prefeitura são de baixíssima qualidade. A população está revoltada com o gestor.

Diante deste quadro caótico, uma pergunta que não quer calar: para onde, prefeito, estão indo os R$ 70 milhões  que a prefeitura arrecada todos os meses?