Lissauer recebe coordenadora de colégio que já sofreu atentado e defende apoio às escolas

Após o atentado que vitimou estudantes e funcionários de uma escola em Suzano (SP), o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira, defendeu maior apoio do Poder Público ao ambiente escolar. Lissauer recebeu Roseli Rizzo, coordenadora pedagógica do Colégio Goyases, de Goiânia, que em 2017 também sofreu um atentado que resultou na morte de dois estudantes e ferimento de vários outros.

A coordenadora do Goyases foi à Assembleia na quinta-feira (13) um dia depois da notícia que chocou o país. Ela destacou a necessidade de promover programas de auxílio às instituições escolares por parte dos Poderes Públicos. “Estamos consternados com mais uma tragédia no ambiente escolar e queremos viabilizar propostas de apoio às escolas”, assinalou.

Em menção ao Dia da Escola, comemorado nesta sexta-feira, 15, Lissauer repercutiu o tema discutido na reunião em suas redes sociais e lamentou o atentado em Suzano.

“Celebramos hoje o Dia da Escola, mas, infelizmente, a data não é para comemoração diante da tragédia de Suzano. Situação lamentável, que alertou a todos nós sobre a necessidade de viabilizarmos propostas e ações de apoio às escolas para que fatos como o de Goiânia e de Suzano não voltem a acontecer”, sublinhou.