Graças a Iris e Caiado, barões do transporte coletivo vão faturar R$ 6 milhões a mais por mês

O Jornal Anhanguera fez as contas: com o aumento de 30 centavos no preço da passagem, os barões do transporte coletivo da Grande Goiânia vão faturar mais R$ 5,8 milhões a cada mês. O trabalhador continua sofrendo com o péssimo serviço prestado pelas empresas: atraso no horário dos ônibus, veículos velhos, terminais abandonados e zero segurança. Essa rasteira no trabalhador está sendo dada com a chancela do prefeito Iris e do governador Caiado, que sequer fingem ser contra o aumento abusivo.