Sob o comando de Talles Barreto, CPI das Universidades retoma atividades na Assembleia

As atividades da CPI das Universidades serão retomadas após ficarem paralisadas durante o período de campanha eleitoral e recesso de fim de ano, informou o deputado Talles Barreto (PSDB), presidente da comissão e um dos parlamentares mais atuantes da Assembleia. A CPI foi criada para investigar possíveis irregularidades no funcionamento de faculdades particulares situadas em Goiânia e em outros municípios do Estado, e as denúncias estão sendo apuradas desde abril do ano passado.

Vários parlamentares que integravam a Comissão Parlamentar de Inquérito não foram reeleitos, como é o caso do relator Simeyzon Silveira, Jean Carlo e Lívio Luciano (titulares) e Lincoln Tejota, Luis Cesar e Wagner Siqueira (suplentes).

Talles Barreto afirmou que mais depoentes serão convocados para a coleta de oitivas, já que novas denúncias de irregularidades foram imputadas, algumas consideradas graves, adiantou o presidente. Ele alega ainda, que o relatório que está sendo redigido é bastante consistente, fato que comprova a veracidades das denúncias apresentadas à Comissão.

Estão previstas novas reuniões para a conclusão do documento, o qual está em fase final de redação.