Sem comando em Goiás, PP pode definhar e virar partido nanico nas próximas eleições municipais

O PP corre risco de definhar e se tornar um partido nanico em Goiás.
A legenda vive uma crise de comando no Estado. As primeiras lideranças estão ausentes, como Alexandre Baldy, morando em São Paulo, e Vanderlan Cardoso, em Brasília.
Dessa forma, as lideranças municipais pepistas reclamam de falta de atenção.