Polêmica: Caiado estabelece tratamento diferente para as várias categorias de servidores

A decisão de pagar o salário de dezembro de forma escalonada na verdade só vem piorando a relação do governador Caiado com o servidor público. Nesta terça-feira, a Sefaz divulgou uma nota informando como vai começar a pagar dezembro; na próxima sexta-feira (29). A polêmica é que o tratamento dispensado aos servidores é diferente. Os inativos da Educação, por exemplo, só vão receber os que ganham até R$ 2,6 mil. Na Polícia Militar, somente os que ganham até R$ 5,1 mil.

Veja abaixo como ficou a divisão:

1. CLT:

-Todos os servidores celetistas vão receber, independentemente do valor do salário;

2. Educação:

-Todos os servidores ativos de escolas de tempo integral que recebem acima de R$3.574,00.
-Servidores ativos de escolas que recebem de R$ 3.574,01 até 4.590,00;
-Demais servidores ativos que recebem de R$ 3.574,01 até R$ 4.590,00;
-Inativos que recebem até R$ 2.670,00;

3. Secretaria de Segurança Pública:

-Ativos e inativos que recebem até R$ 5.100,00. Na SSP estão os servidores das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Casa Militar, Gabinete Militar e Diretoria Geral de Administração Penitenciária.

4. DEMAIS ÓRGÃOS:

-Ativos e inativos que recebem até R$ 2.670,00.

Vale ressaltar que o salário de dezembro de 2018 já foi pago para todos os servidores do Legislativo, Judiciário, Ministério Público, TCM, TCE e Defensoria Pública. Do Executivo, todos os servidores ativos e inativos da Secretaria do Trabalho e da Saúde receberam dezembro, bem como parte dos servidores ativos da Educação, pago em duas parcelas.