URGENTE Juiz devolve denúncia contra Sebastião Peixoto à promotoria por falta de fundamentação para crime de peculato

O G24H informa com exclusividade: a Justiça acaba de devolver ao Ministério Público a denúncia contra o ex-presidente do IMAS, Sebastião Peixoto.

O juiz do caso considerou não haver comprovação de dano ao erário, na peça apresentada pelos promotores, que caracterize crime de peculato que tipifique a conduta de Peixoto.

A denúncia contra o ex-presidente do IMAS e seis outras pessoas foi assinada pelos promotores Fernando Cesconetto, Carmem Lúcia de Freitas, Thiago Placheski e Gabriela Clementino

A defesa de Peixoto reafirmou que a denúncia ofertada pelo Ministério Público não condiz com a verdade, mesmo porque não houve qualquer pagamento do IMAS para a empresa envolvida.

“A denúncia não narrou qualquer indicativo de conduta criminosa praticada por ele, pelo contrário, foi denunciado tão somente porque era presidente do IMAS, em afronta ao que define a legislação processual penal e ao que espera a sociedade do fiscal da lei”, sublinhou.