No plano de governo, Caiado prometia aumentar o número de escolas. Em 3 meses, ele fechou 18 e encerrou 59 turnos

O desmonte que o governador Caiado vem fazendo na educação estadual é algo inédito em Goiás; talvez no Brasil. O jornal O Popular mostrou que já são 18 escolas fechadas e 59 turnos extintos. A secretária Fátima Gavioli já disse que escolas com menos de 400 alunos dá prejuízo e mais unidades serão fechadas. Olhando o plano de governo de Caiado a surpresa é grande. Lá, na página 33, ele prometia aumentar o número escolas em tempo integral; o inverso do que faz hoje.

Abaixo, em destaque, duas das propostas de Caiado para a educação: