Funcionários do Crer, Hugol e Colônia Santa Marta organizam petição pública contra redução nos salários

Vem aí uma ação desastrosa! Funcionários do Crer, Hugol e Colônia Santa Marta, que são hospitais de referência em suas áreas, terão seus salários reduzidos. Para renovar o contrato com a Organização Social Agir, que administra as três unidades, o governo de Goiás exigiu alguns ajustes. Essas novas medidas vão resultar em cortes nos salários dos trabalhadores. Benefícios como triênio, quinquênio, auxílio-creche e adicional de insalubridade serão cortados.

Os cortes são ilegais porque não podem ser feitos de maneira unilateral. Para barrar mais essa ação autoritária de Caiado, os trabalhadores organizaram uma petição pública virtual.

Ela pode ser assinada aqui!