(Exclusivo) Crise na saúde: depois de Crer e Hugol, Caiado prepara cortes em salários do HGG

Os cortes nos salários dos funcionários do Crer e do Hugol determinados pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) devem atingir as remunerações dos colaboradores de outras unidades de saúde. Ainda não se sabe se todas as Organizações Sociais de Saúde (OSS) serão atingidas pela redução, mas na tarde desta segunda-feira (1/4) os servidores do HGG (Hospital Geral de Goiânia Alberto Rassi) já estão sendo informados de que também terão seus vencimentos reduzidos.

É mais uma maldade do pacotão de Caiado para os servidores públicos estaduais. No Crer e no Hugol, a notícia do corte de salários – no caso das duas unidades de 30% – foi recebida com revolta e ameças de paralisação. É o completo desmonte de uma saúde pública estadual que se tornou referência para o País nos últimos anos.