Governo diz que desrespeitou edital de processo seletivo da Educação “por excesso de documentos”

O governo manifestou-se nesta terça-feira a respeito do descumprimento do edital do processo seletivo da Educação, que determinava que a lista final dos aprovados aptos a tomar posse fosse divulgada ontem, primeiro de abril. A gestão Caiado explica que o atraso aconteceu “por excesso de documentos para analisar”.

Não é a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que o governo atropela o edital e desrespeita professores.