CCJ da Assembleia aprova projeto ilegal de Teófilo que homenageia Moro

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia, que existe para averiguar a legalidade dos projetos em tramitação da Casa, acaba de descumprir o propósito para a qual foi criada. Ela aprovou um projeto ilegal do deputado Humberto Teófilo (PSL) que concede título de cidadão goiano ao ministro da Justiça, Sérgio Moro. O voto em separado do deputado Henrique Arantes (PTB) alertava que o projeto era ilegal porque não tinha o número de assinaturas suficientes e não apensava o currículo do homenageado. Mesmo assim, a base do governador Caiado tratorou a lei e