Deputada diz que há interesses obscuros por trás do desejo de Caiado de romper com Enel

A deputada estadual Leda Borges (PSDB) afirmou há pouco, em sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, que considera estranho a decisão repetina do governo de investir contra a Enel e forçar o rompimento de contrato com a empresa geradora de energia. “Existem interesses por trás desta pressa, deste atropelo”. Ela avisou que votará contra projeto de Paulo Cézar Martins (MDB) que revoga incentivos fiscais concedidos contratualmente à Enel na época da privatização da Celg.