Professores temporários que não fizeram greve com medo de demissão serão demitidos mesmo assim

Professores que trabalham no Estado em regime de contrato temporário e que não aderiram à greve da categoria com medo de demissão serão demitidos mesmo assim. É o que informa circular assinada pela supervisora de modulação e frequência da regional de Anápolis, com aval da Secretaria de Educação. No primeiro momento, vão para a rua, a partir de abril, os que trabalham no governo há mais de três anos. Ou seja: serão demitidos sem receber dezembro.