Delegado Waldir no Estadão: Bolsonaro ‘criminalizou’ o Congresso Nacional

O folclórico deputado delegado Waldir (PSL) foi matéria de capa no Estadão de4sre domingo (14).
Na foto que ilustra a matéria, delegado Waldir aparece  sacando uma pistola do coldre.
A pobreza intelectual do parlamentar goiano chama atenção no Estadão: a tese central do deputado é de que o presidente ]air Bolsonaro “criminalizou” o Congresso Nacional.
Pior, impossível.