No Dia da Educação, Goiás não tem o que comemorar(2): maioria dos professores não recebeu dezembro

Em vídeo gravado ontem, a presidente do Sintego, Bia de Lima, afirmou que mais de 50% dos professores estaduais não receberam o salário de dezembro. A greve acabou, mas a categoria continua sendo desprezada pelo governo de Ronaldo Caiado. Portanto, neste 28 de abril, que é o Dia da Educação, não temos muito o que comemorar.

Basta lembrar que Caiado e a secretária forasteira Fátima Gavioli decidiram fechar 18 escolas estaduais. A justificativa é bizarra: economia. Na cabeça de Gavioli, escola com menos de 200 estudantes dá prejuízo.

E assim vamos seguindo…