Passados 90 dias de mandato, Adriano Baldy não consegue se livrar do estigma de deputado-poste

Adriano Baldy nunca escondeu que é um poste de Alexandre Baldy. Usou até o nome do padrinho para se eleger deputado federal, sem contar a ajuda do Ministério das Cidades e a estrutura pessoal do então ministro. Mas o mínimo que se esperava é que o agora eleito parlamentar se esforcasse pelo menos um pouco para deixar de ser sombra de Baldy. Que nada. Passados 90 dias de mandato, Adriano não consegue se livrar do estigma de deputado-poste.
E se consagra como uma das maiores decepções da nova bancada federal de Goiás na Câmara.
Triste.