À frente de ação que levou presidente da Câmara de Formosa à prisão, promotor Chegury vira pesadelo dos corruptos da cidade

Políticos corruptos de Formosa há anos têm pesadelos com o promotor Douglas Chegury, que nesta quarta-feira prendeu o presidente da Câmara do município, Edmundo Dourado (com auxílio da também promotora Fernanda Balbinot e dos delegados da Polícia Civil Danilo Meneses e Antônio Sena). No currículo de Chegury estão ações que desarticularam esquema de corrupção na prefeitura da cidade e até na igreja Católica. Talvez o leitor do GO24H não se lembre, mas o Ministério Público descobriu desvios de até R$ 2 milhões da diocese local.

Ver mais

EXCLUSIVO: preso nesta quarta, presidente da Câmara de Formosa pode pegar até 8 anos de cadeia

Preso nesta quarta-feira em função de uma operação do Ministério Público que investiga atos de improbidade administrativa, o presidente da Câmara Municipal de Formosa, Edmundo Nunes Dourado (conhecido na cidade como Mundim) pode pegar até oito anos de cadeia. Ele responderá por crime de improbidade administrativa, que prevê suspensão dos direitos políticos, perda do cargo e proibição de contratação com o poder público, assim como reparação dos prejuízos e pagamento de multa. 

Ver mais

URGENTE, EXCLUSIVO: MP e Polícia Civil prendem presidente e controlador da Câmara Municipal de Formosa

Ministério Público e Polícia Civil deflagraram, na manhã desta quarta-feira, a operação batizada como “Número Sete”, que levou à prisão o atual presidente da Câmara Municipal de Formosa, Edmundo Dourado, e o controlador interno da Câmara, Humberto Serafim Mendonça. Os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Fernando Oliveira Samuel.

Ver mais

MP aponta “ação desarrazoada e não republicana”, além de ato de improbidade, na remoção de policiais de Formosa

O titular da sexta promotoria do Ministério Público, Douglas Chegury, aponta “ação desarrazoada e não republicana”, além de ato de improbidade administrativa, na decisão do governador Ronaldo Caiado (DEM) de remover três oficiais da Polícia Militar que trabalhavam em Formosa sem qualquer justificativa ou aviso prévio. Chegury instaurou inquérito civil pública para apurar a motivação desta arbitrariedade.

Ver mais

Exclusivo: Caiado remove policiais de Formosa e MP aponta “ação não republicana”

O titular da sexta promotoria do Ministério Público, promotor Douglas Chegury, instaurou inquérito civil público para investigar a remoção de dois capitães e um tenente da Polícia Militar do município de Formosa, terra do seu secretário de Governo, Ernesto Roller, Na ação, o promotor aponta “remoção desarrazoada e ação não republicana”, o que indica, na opinião de Chegury, ato de improbidade.Os oficiais removidos são os capitães Luiz Jeová do Couto, Marcelo Rodrigues e o tenente Flávio Rodrigues Pacheco.

Ver mais

URGENTE de Formosa: MP e Polícia vasculham casas de funcionárias e ex-funcionários da prefeitura

O Ministério Público do Estado de Goiás/MP-GO e agentes da Polícia Militar fazem nesse momento, busca e apreensão nas casas de duas advogadas, funcionárias comissionadas da prefeitura de Formosa, e nas casas de dois ex- funcionários. Eles são investigados por supostas fraudes em licitações e desvios de recursos públicos na prefeitura de Formosa, nos últimos dois anos. 

Ver mais

Vídeo: na campanha para prefeito, Roller prometia fazer gestão transparente em Formosa e jurava não ser ladrão

Começou a circular hoje um vídeo em que o ex-prefeito de Formosa Ernesto Roller faz diversas promessas, entre elas fazer uma gestão totalmente transparente. Roller também jurava não ser ladrão! Nesta terça-feira, o Ministério Público deflagrou uma operação que investiga fraudes e irregularidades na prefeitura de Formosa, onde Roller era o chefe do Executivo até janeiro agora, quando virou secretário de Caiado.

Ver mais