Aos 84, Iris afirma que não vai disputar reeleição

O prefeito Iris Rezende (MDB) afirmou nesta segunda-feira, em entrevista a Jackson Abrão, no site do jornal O Popular, que não disputará a reeleição. “Tudo tem um limite. Mesmo porque eu estarei com 87 anos quando este mandato acabar”, afirmou Iris. 

CQC queima o filme de Samuel e Daniel e faz maior auê na Assembleia Legislativa

Programa CQC pintou o 7, ou seria o 15?, na Assembleia. Guga Noblat foi atrás de Samuel e Daniel nos gabinetes, mas não achou nenhum dos dois. Guga disse que quando chegou na Alego, Daniel estava lá, mas que ficou sabendo da presença do CQC e saiu pela porta dos fundos.

Deputados da base de Marconi fogem do pedido de CPI para investigar as fraudes na Previdência dos municípios

Até agora, somente Túlio Isac, autor da ideia, e Talles Barreto assinaram o pedido para a instalação de uma CPI para investigar as fraudes denunciadas pelo TCM e pela Polícia Federal nos fundos de pensão municipais. Deputados governistas e oposicionistas parecem unidos para preservar Samuel Belchior e Daniel Vilela, os principais envolvidos.

Paulo Garcia peitará Justiça e não vai recuar nas alterações do Plano Diretor

Procurador-geral do Município, Carlos de Freitas, afirmou em entrevista à TV Anhanguera que a prefeitura não vai recuar na questão do novo Plano Diretor da Capital. Paulo Garcia está disposto a manter as aberrações condenadas pela sociedade, pela UFG e pelo Ministério Público.

Essa é boa: em tempos de Miqueias, Bordoni escreve no seu blog sobre… as memórias do Estádio Serra Dourada

Jornalista Luiz Carlos Bordoni, conhecido por opinar sobre temas que tocam escândalos políticos, trocou a Operação Miqueias por uma série de artigos com memórias sentimentais sobre o Estádio Serra Dourada. Em seu blog, ele fala dos construtores do grande espaço, o então governador Leonino Caiado e o engenheiro Lamartine Reginaldo.

Assembleia: nesta terça tem sessão. Será que Samuel Belchior vai ter coragem de dar as caras para explicar o inexplicável?

O deputado Samuel Belchior, presidente estadual do PMDB, faltou a todas as sessões da Assembleia Legislativa na semana passada. Só que antes de explodir a Operação Miqueias, ele trocou desaforos com o colega Túlio Isac, pelo Twitter, e garantiu que fazia questão de aparecer no plenário para confrontá-lo. Mas sumiu.

Caso Samuel Belchior: houve lobby dentro de O Popular para amenizar a cobertura ou não?

A discussão do momento é a cobertura pobre feita pelo POP sobre a Operação Miqueias, cujo principal envolvido é o deputado e presidente regional do PMDB, Samuel Belchior. Consta que o jornalista Caio Salgado já prestou serviços para uma empresa de gestão de imagem que, no passado, o encaminhou para assessorar Belchior.

Reportagem do Portal 730 mostra que prefeitura não pune médicos faltosos

Jornalista Luciana Porto fez matéria mostrando que a prefeitura de Goiânia não abre processo disciplinar contra os médicos que deixam de trabalhar nos postos de saúde. Texto diz que a falta de médicos é frequente e a população vive reclamando, mas a prefeitura não faz nada.

Mais uma derrota de Paulo Garcia: lei que alterou Plano Diretor é suspensa pela Justiça

Texto no site do MP de Goiás informa que o desembargador Orloff Neves Rocha determinou, liminarmente, suspensão da Lei Complementar nº 246/2013, que alterou o Plano Diretor de Goiânia. A decisão também suspende a eficácia dos atos administrativos do Poder Executivo Municipal referentes à aprovação, autorização e licenciamento de empreendimentos.

Miqueias: teoria do domínio do fato, acolhida pelo STF no mensalão, pode culpar Maguito, Velomar e Vanderlan

Em Aparecida, foram R$ 9 milhões. Em Catalão, R$ 11 milhões. Em Senador Canedo, a maracutaia envolveu R$ 59 milhões. Como valores tão elevados foram manipulados pelos gestores dos fundos de pensão dessas Prefeituras e os seus respectivos prefeitos podem alegar que não sabiam de nada? A teoria do domínio do fato, acolhida pelo STF para condenar José Dirceu, indica que eles são responsáveis, sim.

Fernanda Cardoso, que continua presa em Goiânia, era o elo da quadrilha com Catalão e Aparecida

A única das “pastinhas” da quadrilha que desviava recursos de fundos de pensão municipais que continua presa é Fernanda Cardoso, apontada pela Polícia Federal como elo de ligação do esquema com as Prefeituras de Catalão e Aparecida. Ela permanece detida na carceragem da PF em Goiânia, onde segue prestando depoimento.

Sumiu: já são 11 dias de absoluto silêncio de Vanderlan Cardoso sobre investimentos de R$ 59 milhões em títulos superfaturados

Candidato a governador de Goiás, o empresário Vanderlan Cardoso sumiu de circulação e até agora não explicou os “investimentos” que o fundo previdenciário de Senador Canedo – na sua gestão – fez em títulos superfaturados. A denúncia é do Tribunal de Contas dos Municípios, que fez auditoria e descobriu as irregularidades – em valor superior a R$ 59 milhões.