Regime de Recuperação Fiscal, que Caiado quer aderir, significa fim dos incentivos fiscais, cortes de salários e demissões de servidores e privatizações

O Regime de Recuperação Fiscal, que Caiado quer aderir, é uma tragédia para o estado. Pode resolver a vida do governo a médio prazo, mas para a sociedade, empresários e servidores públicos, é um desastre. Significa, sem choro nem vela, fim dos incentivos fiscais, cortes de salários e demissões de servidores e privatizações.
É o pior dos mundos.