Ministro do STF suspende ação penal contra Baldy e Rafael Lousa

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, suspendeu, nesta quarta-feira (23), a ação penal e a investigação que estava em curso sobre o patrimônio, além de medidas cautelares como buscas e apreensão e sequestros de bens de Alexandre Baldy, atualmente secretário licenciado de Transportes de São Paulo. Com a suspensão da ação penal, em virtude das conexões probatórias, a decisão atinge também todas as partes envolvidas no processo, entre elas o ex-presidente da Juceg Rafael Lousa.