Fabiana dá barrigada do século e Popular publica erro retumbante em reportagem sobre dinheiro da Celg

Assembleia Legislativa, Goiás

Uma hora ia dar nisso: em sua cruzada política insana contra o governo Marconi Perillo, a jornalista Fabiana Pulcineli comeu bola, deu luma barrigada imensa e levou o Popular a publicar, com direito a manchete da edição deste sábado, um erro retumbante sobre a aplicação dos recursos da receita da privatização da Celg Distribuição.

Ao contrário do que afirma a reportagem “Saúde fica sem o dinheiro da Celg”, o decreto usado por Fabiana para construir sua “reportagem” NÃO afirma que o governo estadual excluiu as obras priorizadas para o setor da destinação dos recursos da privatização. O que o decreto diz, isto sim e somente isto, é que ficam redefinidas as obras rodoviárias e civis da Agetop que receberão os recursos.

Fabiana teria entendido a diferença do decreto atual para o anterior se seu viés político anti-Marconi não cegasse sua capacidade de entender os detalhes da linguagem administrativa. É nela que mora o perigo, e nem mesmo os burocratas do poder são capazes sempre de entendê-la. O erro de Fabiana pode ser reparado? Com a palavra, a direção do Grupo Jaime Câmara e os editores do Popular induzidos ao erro que rendeu esse vexame de manchete.