Golpe de Danielzinho e Dona Iris nas pílulas do PMDB revolta bancada de deputados do partido na Assembleia

Eleições, Goiás

A bancada de deputados estaduais do PMDB está enfurecida com o presidente da legenda, Daniel Vilela. O motivo: apenas ele e a primeira-dama Dona Iris, candidata a deputada federal no ano que vem, estrelaram as pílulas do partido em Goiás, que ao ar na TV semana passada. Foi um golpe dos mais absurdos, costurado por Daniel para garantir o apoio do casal Iris à sua candidatura a governador. 

Professor afirma que voto pró-Temer é peso pra Daniel Vilela na eleição de 2018

Eleições, Goiás

Na última quarta-feira, o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) deu o seu terceiro voto para salvar o presidente Michel Temer (PMDB) de denúncias de corrupção – sendo dois na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e um no plenário da Câmara. Marcos Marinho, pesquisador em Comunicação Política, professor e consultor de marketing, afirma que este é “mais um peso que Daniel carrega para 2018”, quando será candidato a governador. 

Candidato a vice de Iris em 2014 diz que está no governo, mas que não foi chamado para conversar sobre 2018

Eleições, Goiás

O ex-deputado federal Armando Vergílio, presidente do Solidariedade em Goiás e pai do deputado federal Lucas Vergílio (SD), afirma que está na base do governador Marconi Perillo (PSDB), inclusive “colaborando com a gestão, com indicações para alguns cargos”.  No entanto, Armando diz que ainda não foi chamado para conversar sobre a eleição do ano que vem. 

Com diarreia verbal de Caiado e flerte com Huck, DEM mostra que não leva política a sério

Eleições, Goiás

O ex-PFL é o partido que mais entende a arte da espetacularização da política. Não debate ideias, propostas (se o fizesse não seria tão ruim de voto). Prefere pegar atalhos com a gritaria de uns (como o senador Ronaldo Caiado) e com a fama pregressa de outros (o que tenta fazer agora com Luciano Huck). 

Pesquisador em comunicação política ouvido por O Popular diz que pílula de José Eliton reforça imagem de alguém que ainda não tem voz própria. Marqueteiros do vice erraram feio na peça

Eleições, Goiás

Ouvido pelo jornal O Popular para avaliar as pílulas dos três candidatos na televisão, professor e pesquisador Marcos Marinho confirma a opinião geral sobre a peça do vice-governador José Eliton. Os marqueteiros do pré-candidato do PSDB ao governo erraram feio e reforçaram a imagem de “alguém que ainda não tem voz”.

Em O Popular, pesquisador em comunicação política detona pílulas de Daniel Vilela na TV: “Há um discurso de novidade e mudança, um rosto novo e  bonito, mas faz comunicação como se fazia na campanha de Iris há dez anos”

Eleições, Goiás

O professor e pesquisador em comunicação política Marcos Marinho foi convidado pelo jornal O Popular para avaliar as pílulas de Daniel Vilela, José Eliton e Ronaldo Caiado, veiculadas recentemente na televisão. Marinho detonou as peças de Daniel Vilela. 

Além de trabalhar para Caiado na comunicação política, publicitário baiano Xico Mello é diretor de marketing do Fluminense de Feira de Santana e nunca fez uma campanha de grande porte

Eleições, Goiás

O publicitário baiano Xico Mello trabalha no marketing político do senador Ronaldo Caiado.
Ele produziu as pílulas do senador que foram ao ar no horário eleitoral na televisão recentemente. Além de trabalhar para Caiado, ele responde peça diretoria de marketing do Fluminense de Feira de Santana. Outra informação: ele nunca comandou um campanha de grande porte.

Popular revela: Jorcelino Braga é o idealizador da alfinetada de Daniel em Caiado nas pílulas da televisão

Eleições, Goiás

Jorcelino Braga, presidente do PRP, maquiavel de fundo de quintal e marqueteiro fracassado, é o idealizador da alfinetada de Daniel Vilela em Ronaldo Caiado nas pílulas do PMDB na televisão. Nas peças veiculadas,o deputado do PMDB diz que “não se faz política com gritos e bravatas, numa clara alusão ao senador do DEM. Braga é especialista em provocar cizânias e brigas.

Daniel Vilela apostou alto na articulação para ter Célio Silveira como vice. Mas o deputado respondeu: “Não sou traidor. Estou com Marconi e Eliton”

Eleições, Goiás

O deputado Daniel Vilela deu mais uma boa fora. Apostou alto no assédio ao deputado Célio Silveira para ser o candidato a vice-governador na chapa do PMDB em 2018. Chegou a espalhar nas rodas políticas que o acordo estava fechado. Lorota. Célio não caiu na conversa mansa de Daniel e ainda mandou recado duro pelo jornal Diário da Manhã.

Ordem de fotos de candidatos na edição online de Popular denuncia preferência por Daniel

Eleições, Goiás, Imprensa

A edição on line de O Popular revela uma sutil (ou inconsciente) preferência do editor por Daniel Vilela. A matéria é sobre as pílulas dos três candidatos ao governo: Daniel Vilela, José Eliton e Ronaldo Caiado. O editor publicou na seguinte ordem: Daniel, Caiado e Eliton. Qual o critério?

Caiado despreza profissionais do marketing político de Goiás e usa publicitário baiano para fazer pílulas

Eleições, Goiás

Xico é um bem sucedido marqueteiro de Feira de Santana, da Mercado Comunicação. É o campeão de vitorias no primeiro turno em Feira de Santana. São 16 anos, quatro vitórias, todas com José Ronaldo. Mas isso não quer dizer que não haja profissionais competentes em Goiás para Caiado ter de importar um marqueteiro de fora.

Jornal Opção: Caiado parece ter um projeto destrutivo mas não um projeto positivo para governar Goiás

Eleições, Goiás

Editorial do Jornal Opção deste domingo traz uma bem estruturada crítica ao comportamento do senador Ronaldo Caiado nesta pré-campanha ao governo de Goiás. Diz que “eleitores não estão interessados em questões ideológicas e ataques políticos. Mas a oposição parece não perceber que deve dialogar com a sociedade e não apenas fazer a crítica do governo”.

Marqueteiro baiano faz campanha agressiva e de ódio para Caiado na TV. Modelo nunca deu certo em Goiás

Eleições, Goiás

Contratado pelo senador Ronaldo Caiado para produzir suas pílulas no horário político na TV, o  marqueteiro baiano Xico Mello fez peças agressivas e colocou um discurso de ódio na boca do pré-candidato a governador pelo DEM. Esse modelo de ataque nunca funcionou em Goiás.

Diretor do Instituto Sou da Paz detona projeto de Wilder que abre acesso às armas: “Atitude oportunista e irresponsável para atrair holofotes e o aproximar da base eleitoral”

Eleições, Goiás

Ivan Marques, diretor-executivo do Instituto Sou da Paz, afirma que, segundo todas as pesquisas de vitimização, a presença da arma numa situação de conflito aumenta as chances de morte do cidadão. Ele critica a estratégia de armar a população como saída para a crise da segurança e aponta que a movimentação do Congresso tem relação com as eleições do próximo ano.

Entrevista de Balestra ao DM é uma bomba contra Wilder: mostra que senador é um político biônico sem legitimidade para comandar PP

Eleições, Goiás

Balestra é decano na política de Goiás, tem oito mandatos de deputado e fundou o PP no Estado. Ou seja, tem legitimidade de sobra para tirar a máscara de Wilder. A fala deixa Wilder em má situação e complica ainda mais sua luta para ser candidato à reeleição pela chapa da base aliada.

Balestra condena chantagem de Wilder, que ameaça sair candidato sozinho: “Um partido como o PP não se presta a isso. Fica valendo menos que uma moeda”

Eleições, Goiás

O deputado Roberto Balestra detonou o senador Wilder de Morais, em entrevista ao Diário da Manhã, deste sábado.
Balestra condena chantagem de Wilder que ameaça sair candidato sozinho: “Um  partido como o PP não se presta a isso. Fica valendo menos que uma moeda”.

“PP está definhando em Goiás desde que Wilder assumiu. Ele não tem legitimidade para comandar a legenda”, diz Balestra

Eleições, Goiás

Com a autoridade de decano da política goiana e do PP, do qual foi um dos fundadores, o deputado Roberto Balestra faz duras críticas ao presidente da legenda em Goiás, senador Wilder de Morais (muitas vezes chamado de “Humilder”, devido às extravagâncias sociais e financeiras).

Balestra detona Wilder no comando do PP: “Está no aprendizado e não tem legitimidade para exercer a presidência”

Eleições, Goiás

Não é nada bom o clima entre o deputado Roberto Balestra e o senador Wilder Morais. Vamos explicar: Balestra é deputado de oitavo mandato e o integrante mais histórico do PP em Goiás. O problema é que Wilder, que era suplente de Demóstenes, chegou ao comando do partido por imposição do diretório nacional.

DM registra o desabafo de Balestra: histórico deputado avisa que o PP será um fracasso na eleição de 2018 com Wilder no comando

Eleições, Goiás

A bronca do histórico deputado é com o senador Wilder Morais, que hoje manda no partido. Para Roberto Balestra, Wilder não tem legitimidade e muito menos experiência para liderar o PP. “Wilder está no aprendizado”, disse.