Novo ministro da Cidades, Alexandre Baldy sofre com fogo cerrado da mídia nacional

Goiás, Imprensa

Desde que começaram as especulações sobre a indicação, o deputado federal por Goiás tem sido alvo de notas, comentários e reportagens, com foco em ligações com Carlos Cachoeira e parentesco com o marqueteiro de Temer, Elsinho Mouco. Por enquanto, o parlamentar reage olimpicamente, mas não se sabe se a onda vai aumentar ou aplacar.

Charge de Jorge Braga mostra Iris de Papai Noel, com seu presentinho de Natal: criação da taxa de lixo

Goiânia, Imprensa

O traço inconfundível de Jorge Braga mostra, na edição desta segunda-feira, em O Popular, o prefeito Iris Rezende de Papai Noel com seu presentinho de Natal aos goianienses: a criação da taxa de lixo. Essa o goianiense parece que vai ter que engolir.

Jornalista Afonso Lopes diz que governo e população se juntaram na guerra contra o cartel dos postos de gasolina

Goiânia, Imprensa

Apuração levanta que, diante do abuso praticado pelos postos de combustíveis, por ordem direta do governador Marconi Perillo, o Procon estadual passou a estudar uma forma de ampliar a fiscalização, “com informações cirúrgicas fornecidas pela Sefaz”, e calculou as margens de lucros praticadas.

Preço abusivo do combustível: Caiado, Nelto, Major Araújo e Delegado Waldir são desmoralizados por matéria do Popular que mostra os verdadeiros culpados pela crise

Imprensa

De forma oportunista e mentirosa, o quarteto vinha usando as redes sociais para atribuir ao governo estadual a culpa pelos valores extorsivos dos combustíveis em Goiânia. A jornalista Lúcia Monteiro fez as contas e comprovou que a responsabilidade é da Petrobras e dos postos de combustíveis.

Jornal Opção: site de José Nelto e do PMDB vira reduto de fakenews e perde qualidade. Audiência despenca também despencou

Goiânia, Imprensa

O Jornal Opção ouviu especialistas em audiência na internet e concluiu: o site Goiás Real, criado pelo deputado José Nelto para ser o porta-voz dele e do PMDB raivoso, passa por um período de fadiga de material por exagerar na produção das chamadas fakenews.

No Twitter, promotor critica excesso de sensacionalismo da TV Anhanguera e Cileide Alves curte a postagem

Goiânia, Imprensa

Quem curtiu o post foi a jornalista Cileide Alves, que era da casa e foi chefe do jornal O Popular por muitos anos. Realmente, o JA de hoje forçou a barra. Entrevistou vítimas de tragédias recentes em situações constrangedoras. A menina que perdeu a mãe atropelada por um motorista bêbado foi entrevistada deitada na cama. Ela ainda se recupera do acidente.

Suely Arantes critica assessores de imprensa e blogs por causa da divulgação de Marconi

Goiânia, Imprensa

Na coluna Fio Direto, Suely Arantes continuam as críticas a assessores de imprensa e blogs. A jornalista os acusa de cobrar caro e de jogar o governador Marconi contra jornalistas. Sem citar nomes, diz que “essa gente até pouco tempo chicoteava o tucano”, enquanto “praticava a vassalagem a Iris Rezende”.

No DM, Suely Arantes volta a fazer críticas à forma de divulgação do trabalho do governador

Goiânia, Imprensa

A jornalista Suely Arantes, do Diário da Manhã, publica que sua coluna “não critica” a “intensa agenda” do governador Marconi Perillo; pelo contrário, costuma divulgá-la. “A crítica é ao excesso de bajulação com matérias impositivas e intensas que, ao invés de conquistar leitor e eleitor, passam a imagem de prepotência, gerando antipatia e comentários negativos nas redes sociais.”

Fabiana perde a batalha interna: O Popular percebe a mancada que cometeu e muda enfoque do material sobre incentivos fiscais e disputa nacional pela presidência do PSDB

Goiânia, Imprensa

Na edição desta terça-feira, uma guinada no jornal, que traz matérias equilibradas sobre os dois temas, sem pender para lado algum. Derrota do grupo de Fabiana Pulcineli, que comanda uma panelinha anti-Marconi na redação.

Em artigo no DM, dona Iris tenta posar de “boazinha” e defensora da liberdade de expressão, mas nunca respeitou jornais e repórteres

Imprensa

Ela nunca defendeu a liberdade de expressão, além de ser acusada de perseguir jornalistas e não respeitar jornais. Um exemplo: nos anos 80, ela apoiou as ações do então governador Iris Rezende para fechar o próprio Diário da Manhã.

Dona Iris diz ser defensora da liberdade de imprensa, mas não moveu uma palha quando Iris perseguiu Batista Custódio, que hoje abre espaço para ela, e fechou o Diário da Manhã

Goiânia, Imprensa

Dona Iris diz em artigo no Diário da Manhã que defende a liberdade de imprensa. Mas ficou calada nos anos 80 quando o então governador Iris Rezende perseguiu Batista Custódio e fechou o Diário da Manhã.

Assessor de Dona Iris ataca jornalista Suely Arantes. Motivo: ela criticou a administração Iris

Goiânia, Goiás, Imprensa

Assessor de dona Iris ataca jornalista Suely Arantes. Motivo: ela criticou a administração Iris. A ordem na Prefeitura de Goiânia é atacar quem ouse criticar a gestão de Iris Rezende. Quem comanda a gangue virtual é o assessor de dona Iris Araújo, Cloves Reges Maia. Quem despertou a ira dele é a jornalista Suely Arantes, que criticou Iris Rezende, exercendo o direito do livre jornalismo.