Em entrevista à TV Anhnaguera, Schmidt ataca funcionalismo: “Eu não trabalho para o cidadão. Trabalho para o servidor”

Em mais uma entrevista desastrosa para tentar justificar a lambança que fez nas contas públicas, a secretária forasteira da Economia, Cristiane Schmidt atacou o funcionalismo no Jornal Anhanguera 2.ª Edição desta quarta-feira (15).

“Eu não trabalho para você. Eu trabalho para o servidor”, disse Schmidt ao repórter John William. Segundo a secretária, a receita inteira do Estado é formada para atender a “2,5%” – supostamente o porcentual de servidores no conjunto da população.

A reportagem enumera as medidas de arrocho do funcionalismo: demissão de comissionados, proibição de novas contratações e concurso, corte de gratificações e redução de salários com diminuição de carga horária.

Um verdadeiro terrorismo, numa lógica de difícil compreensão, já que policiais, professores, médicos, enfermeiros e prestadores de serviços de atendimento, que trabalham diariamente diretamente para o cidadão, compõem a absoluta maioria do funcionalismo.