Ao contrário de Caiado, que não faz questão, Doria quer SP líder do Ideb já em 2021

Informa o Valor Econômico que o ex-ministro, Rossieli Soares trouxe de Brasília para São Paulo a agenda acelerada de anúncios e programas que foi marca de sua gestão à frente do Ministério da Educação (MEC). Com dois meses de mandato, Rossieli reuniu-se com 1,3 mil diretores em encontro de dois dias para explicar as novas diretrizes educacionais, repetindo seu costume de buscar aproximação com os executores das políticas públicas “na ponta”.

Ao contrário de Caiado, que não faz questão, Doria quer SP líder do Ideb já em 2021.

No domingo, a secretária Fátima Gavioli disse ao Jornal Opção que Goiás vai cair no Ideb e para o governador não é questão de honra uma boa colocação.

Por aí se vê que não dá para comparar Doria com Caiado nem a ex-secretária de Rondônia com o ex-ministro.