Fuga de presos da CPP: deveria ter 80 agentes no local, mas só havia 3. Promotor interpela Caiado

A TV Anhanguera divulgou na última segunda-feira imagens do ataque de detentos a agentes da Casa de Prisão Provisória (CPP), em Aparecida, no 24 de abril. Deveria haver 80 funcionários, mas tinha apenas 3. O máximo de presos no local deveria ser de 1.463, mas hoje são mais de 3 mil. O sindicato dos agentes prisionais soltou a verbo. O Ministério Público entrou com ação para exigir do governador Ronaldo Caiado (DEM) que realize concurso para 500 agentes. Assista.