Novo superintendente do Sebrae tem diretoria em Goiás sob investigação da CGU

O novo superintendente do Sebrae-Goiás, Derly Cunha Fialho,  já entra com uma diretoria cujos colegas diretores estão sendo investigados pela CGU na gestão 2015-2018. Seus dois colegas diretores são suspeitos de direcionarem contratos para empresas de inseminação bovina e para uma única empresa da área de qualidade do leite, coincidentemente tendo sido o atual diretor técnico-diretor Wanderson Portugal, presidente do Conselho Regional de Veterinária, e internamente investigados de beneficiarem empresas sem serviços prestados no caso do Programa Negócio, operado pela gerente de Atendimento Camila Carvalho.