Otavinho Lage pode ser candidato a governador para enfrentar Caiado em 2022

Empresário, ex-prefeito de Goianésia e presidente da Adial, Otavinho Lage passou a considerar a possibilidade de ser candidato a governador de Goiás em 2022. É o que assessores dele começaram a plantar na imprensa e nos meios políticos. No ano passado, ele aventou a hipótese e chegou a encomendar uma pesquisa para testar as chances, mas o projeto não foi à frente. Agora, o herdeiro da família Lage parece se preparar com antecedência. Contratou os jornalistas Jarbas Rodrigues e Bruno Rocha Lima, dois profissionais experientes em campanhas eleitorais ao governo. Jarbas assessorou o governador José Eliton; Bruno esteve com Daniel Vilela. Contratados a peso de ouro pela Adial,  ambos já circulam com desenvoltura na escolta de Otavinho e se encarregam da missão de inserir o empresário de forma mais assídua no debate político. Embora negue o projeto, Otavinho, orientado pelos dois consultores, passou a ter presença em mais constante e ostensiva em eventos políticos.
Se vingar a candidatura, ele já tem a bandeira eleitoral: retomada dos incentivos fiscais, criação de empregos e a volta do desenvolvimento a Goiás.