Detentos rejeitam assassino de professor, que foi transferido de presídio

Segundo o delegado Cléber Junio, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), de Águas Lindas, os detentos da Cadeia Pública do município rejeitaram o estudante suspeito de matar o professor Bruno Pires de Oliveira, 41, em Águas Lindas de Goiás . Por questões de segurança,  Anderson da Silva Leite Monteiro, 18 anos, foi encaminhado para outra penitenciária ainda neste domingo (1º).