Colapso no Hugo (1): instituto que administra hospital tomou calote de Caiado no mês de agosto

Em nota recém-divulgada, o instituto Haver, que administra o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) há nove meses, afirma que tomou calote do governador Ronaldo Caiado (DEM) no mês de agosto e que, por isso, enfrenta severas dificuldades para arcar com obrigações contratuais (leia-se salário) dos servidores. “Fomos surpreendidos com o não repasse por parte da Secretaria de Saúde da verba referente ao mês de agosto, portanto pertinente ao aditivo contratual anterior’”, diz o Haver. 

O instituto perdeu a disputa para continuar gerenciando o hospital, mas o resultado do certame foi submetido à Justiça. A nova instituição gestora é o INTS, que não diz se pretende aproveitar os atuais funcionários (enfermeiros, técnicos, médicos, etc) da Haver.

Confira a nota na íntegra: