Servidores da Educação cruzam os braços na terça contra PEC de Caiado que tira R$ 500 milhões por ano do ensino público

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintego) anuncia para terça-feira a paralisação dos servidores da categoria em protesto contra a PEC do governador Ronaldo Caiado (DEM) que tira R$ 500 milhões por ano no ensino público (em tramitação na Assembleia). O protesto também vai exigir o piso salarial dos professores, o pagamento das progressões e a data-base, que Caiado não cumpriu.