Atacar gays não melhora popularidade, diz colunista da Folha de S. Paulo para Bolsonaro

Em artigo publicado nesta segunda-feira no jornal Folha de S. Paulo, o mestre em sociologia pela USP Vinícius Mota alerta ao presidente Bolsonaro que atacar gays – com objetivo de satisfazer o eleitorado conservador – não vai melhorar a popularidade dele. 

Vinícius explica: “de cada quatro indivíduos consultados pelo Datafolha na véspera do segundo turno de 2018, três concordaram que a homossexualidade deve ser aceita por toda a sociedade. Mesmo entre os evangélicos (57%) e os eleitores de Bolsonaro (67%), a aceitação supera largamente a rejeição”. 

Vinícius completa: “Os gays estão vencendo, não só no Brasil, a guerra pelo reconhecimento do grande público, o que respalda vitórias de suas causas sobretudo nas cortes”.