EXCLUSIVO: funcionários do Credeq de Aparecida acusam Caiado de dar calote nos salários

Servidores do Centro de Recuperação de Dependentes Químicos (Credeq) de Aparecida de Goiânia acusam o governador Ronaldo Caiado (DEM) de dar calote nos salários. A situação é ainda pior para as funcionárias que recebem um salário mínimo. Houve manifestação na porta da unidade na manhã desta quinta-feira. Um dos cartazes dizia: “Salário não é favor. É direito do trabalhador”.