Acusado de corrupção, Eduardo Macedo diz que é vítima de perseguição política do caiadismo

Presidente demitido da Goiás Parcerias, Eduardo Macedo não vai aceitar calado sua honra ser enxovalhada com a pecha de corrupção.

Ele está disparando áudios em grupos de Wathsapp em que faz a sua defesa e nega irregularidades na gestão da estatal.

Macedo diz que está sendo vítima de perseguição política do caiadismo.

Quem conhece o rapaz, garante: ele vai chutar o balde a qualquer momento e colocar a boca no trombone.