Pelo desespero dos usineiros e da Adial, mamata dos usineiros em Goiás é muito boa para acabar

A Adial e os usineiros perderam o escrúpulo e partiram para o terrorismo total na guerra para manter intactas as regalias fiscais de que dispõem e permitiram lucros astronômicos nos últimos anos com as isenções de impostos. Já fizeram ameaças de todo jeito. O mais exaltado e descabelado é o diretor Edwal Portilho, o Chequinho, que dá entrevistas a torto e a direito, cada hora anunciando o apocalipse com o fim das benesses da turma da usinas de álcool e açúcar.
Pelo visto, a mamata hoje é mesmo muito boa para acabar.