Polícia Civil identifica torcedores que ameaçaram presidente e diretor do Goiás

A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira (11) que dez torcedores foram apontados como autores dos crimes de ameaça e apologia à prática de crimes, praticados contra o presidente e diretores do Goiás Esporte Clube.

O caso foi apurado pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos. Segundo a Polícia Civil, os dez torcedores identificados enviaram mensagens ameaçando a integridade física e a vida do presidente Marcelo Almeida e de um dos diretores do clube, Túlio Lustosa, e ainda, incitaram os demais torcedores a praticar danos contra o patrimônio do Goiás Esporte Clube, bem como a praticarem atos de vandalismos em diversos pontos da cidade.