Em defesa do segmento cultural, Talles Barreto questiona Governo sobre preferência em pagamento de festival de audiovisual

Atento às ações de Governo, o líder da oposição, deputado Talles Barreto (PSDB) utilizou a tribuna, para questionar o Governo estadual sobre a preferência da gestão a respeito do pagamento da 19ª Goiânia Mostra Curtas, enquanto outras iniciativas culturais seguem sem previsão de repasse dos recursos. Na oportunidade, o parlamentar ressaltou que o festival em questão é fantástico e fomenta a cultura na Capital, mas indagou sobre os reais motivos desse pagamento em específico. Segundo Barreto “esse é um Governo de preferências, de quem indica, de quem põe o dedo”, criticou.

De acordo com Talles, para a realização da mostra audiovisual em questão, foi paga uma quantia de R$ 200 mil. Na condição de presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Assembleia Legislativa, Talles Barreto realizou diversas audiências públicas e reuniões para discutir, com representantes do segmento, o repasse de recursos, desvinculações na cultura e entre outros. Contudo sem sucesso diante às ações de Governo. Neste ano não foram realizadas edições de festivais tradicionais da cultura goiana, a exemplo do Canto da Primavera, Tenpo de Porangatu e Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental da Cidade de Goiás (Fica).