Janaína Paschoal não seguirá com Bolsonaro: “Desejo Sorte”, diz ela à Época

Quase vice na chapa de Jair Bolsonaro e uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma, Janaina Paschoal afirmou que não pretende ir para o Aliança Pelo Brasil, anunciado como novo partido do presidente, informa Guilherme Amado, da revista Época.
“Desejo sorte ao presidente e ao novo partido, mas eu não pretendo ir para a Aliança. Defendo candidaturas avulsas. Se for para sair, seria para ficar independente. Só saio do PSL, se houver fusão”, disse a deputada estadual de São Paulo.