Escritório de advocacia de Demóstenes obtém expressiva vitória no TJ e tranca ação contra jornalista Edna Gomes

O escritório de advocacia comandado pelo ex-senador e ex-procurador de Justiça, Demóstenes Torres, obteve expressiva vitória no Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO).

Demóstenes conseguiu trancar ação do Ministério Público e inocentar a jornalista Edna Gones, ex-assessora de imprensa do médium João de Deus, acusada de concurso de pessoas e falsidade ideológica.

Edna era apontada de integrar rede de proteção e ter confeccionado documento, registrado em cartório, em que uma vítima declarava que o médium era pessoa idônea. 

A jornalista chegou a iniciar tratativa com o MP para firmar acordo de delação premiada, mas desistiu por orientação da defesa, uma vez que, segundo seus advogados, ela sabia de pouquíssima coisa.

O relator do caso no TJGO, desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga, defendeu em seu voto que o documento não possui potencialidade lesiva, já que a prova deve ser colhida da angularização do contraditório e da defesa plena, para assumir os contornos de elementos de convicção e produzir resultado juridicamente relevante”.

A vitoria do escritório de Demóstenes pode inclusive provocar mudança dos rumos jurídicos do processo de João de Deus.

Leia a íntegra do Acórdão do desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga clicando aqui.