Talles Barreto rebate declaração do presidente da Goinfra: “Absurdo e ridículo”

O deputado Talles Barreto, líder do PSDB na Assembleia, divulgou nota rebatendo declaração do presidente da Goinfra, Pedro Salles, que culpou o excesso de rodovias pavimentadas no governos passados pela falta de manutenção das GOs.

Segundo parlamentar, Salles poderia adotar o que o governo do PSDB fez: trabalhar mais e falar menos.

Leia na íntegra a nota de Talles Barreto:

“A declaração do presidente da Goinfra, Pedro Sales, segundo a qual os governos do PSDB promoveram a “expansão irresponsável” da malha rodoviária pavimentada do Estado, é absurda e ridícula e revela a incompetência do Estado também na infraestrutura

Já que o governo atual não consegue manter em bom estado as rodovias pavimentadas, qual seria a solução? Arrancar o asfalto? O presidente da Goinfra e o governador Ronaldo Caiado não precisam se dar a esse trabalho: mantendo a paralisia e a incompetência na gestão das estradas, com a absoluta falta de manutenção, logo não terão mais pavimento para manter.

É de fato impressionante a percepção do presidente da Goinfra: o PSDB foi irresponsável ao ampliar a pavimentação rodoviária. Irresponsável é não dar conta de manter a malha atual, deixando que os investimentos se percam. Irresponsabilidade e incompetência combinados.

Caiado e seu (des)governo não conseguem conviver com o legado do PSDB e de Marconi Perillo. Nossas gestões entregaram a Goiás uma das melhores malhas rodoviárias do país e uma das melhores relações entre rodovias pavimentadas com não pavimentadas. Quando assumimos, havia 6 mil quilômetros de rodovias asfaltadas para 15 mil quilômetros não asfaltadas. Ao final de nossas gestões, a extensão pavimentada era de 12 mil quilômetros, diante de 9 mil não pavimentados.

As afirmações de Pedro Sales confirmam, mais uma vez, a visão retrógrada de mundo dele e do governo Caiado. A construção de rodovias é iniciativa elementar nos investimentos em infraestrutura: integra o território, garante a segurança dos usuários e impulsiona o progresso econômico.

Não custa lembrar a importância estratégica das rodovias para economia de Goiás, um dos centros agroindustriais mais dinâmicos do país, em boa parte justamente como resultado dos investimentos feitos pelas gestões do PSDB no setor. O ex-governador Otávio Lage dizia que junto com o asfalto vem o progresso.

Os governos do PSDB inovaram ao criar o Programa Rodovida e o Fundo de Transportes, que se tornaram referência para país. Com esses programas diferentemente do que afirma o desinformado e despreparado presidente da Goinfra, reconstruímos 6 mil km de rodovias pavimentadas que estavam totalmente deterioradas, as mais emblemáticas foram a rodovia do boi que o governador conhece muito bem e pode testemunhar junto ao presidente da Goinfra a qualidade do trabalho que foi feito e a que liga Rio Verde a Montividiu, que Pedro Sales pode ver com o presidente da Assembleia, Lissauer Vieira, sobre a qualidade dos serviços executados . 

Fizemos a manutenção preventiva e corretiva em toda malha rodoviária pavimentada e não pavimentada do estado. Tanto é que em pesquisa feita pelo instituto Serpes e divulgada pelo Jornal O Popular, em setembro de 2018, 86% da população de Goiás apontou as rodovias como o maior legado dos governos do PSDB. 

Pedro Sales poderia adotar o que o governo do PSDB fez, trabalhar mais e falar menos. Seguindo sua diretriz maior de destruir o legado do PSDB, custe o que custar e a quem custar (no caso a população), o atual governo está acabando com esses dois instrumentos de modernização e manutenção de nossa malha rodoviária, incluindo o melhor sistema de sinalização do país. Os R$ 280 milhões que o presidente da Goinfra cita como o valor necessário para a manutenção de nossas rodovias representam apenas 0,13% do orçamento do Estado.

A solução é simples: se não dão conta nem de manter nossas estradas, o melhor a fazer é pedir para sair e entregar a gestão para quem sabe fazer. Esse governo já provou que sua especialidade e sua vocação é desmontar, desmanchar e destruir toda a estrutura econômica, social e de infraestrutura construída pelos governos do PSDB, denigrir biografias e histórias com mentiras e acusações sem fundamento. A cada dia fica mais clara, para todos os goianos, a incompetência desse governador e de sua equipe de forasteiros, que não conhecem a realidade de Goiás.

Goiás tem um governo estadual incapaz de construir qualquer coisa, não apenas em relação às rodovias, mas a dezenas de obras que não foram concluídas até o final de 2018, por falta de tempo hábil e/ou porque foram paralisadas no início do período chuvoso — todas, aliás, continuam paralisadas até hoje, mesmo aquelas financiadas com recursos do BNDES e da Caixa.

Esse governo passou o ano de 2019 com mais de 160 milhões de reais de financiamentos depositados nos bancos, pagando juros e mantendo obras paralisadas. Sobram ataques, mentiras, ódio, calúnias, difamação e incompetência! Faltam compromisso com a verdade, plano de governo, vontade de trabalhar, olhar para o futuro! Falta pensar em Goiás, no futuro de nosso Estado.

Talles Barreto

Deputado estadual, líder do PSDB na Assembleia Legislativa”