Caiado quer manter isolamento e culpa compras equipamentos de segurança travadas na China. Ele sempre arruma desculpa para sua incompetência

O governador Ronaldo Caiado (DEM) falou, em live, nesta quinta-feira (2), que vai publicar o novo decreto de prorrogação do isolamento social no Estado na sexta-feira (3). Segundo ele, a abertura das atividades não essenciais à manutenção da vida fica impossibilitada, já que a China não enviará mais os equipamentos esperados para combate do coronavírus no Brasil.

Ele sempre arruma uma desculpa para justificar a incompetência de seu governo.

“Uma notícia que nos preocupou foi que a negociação com a China sobre equipamentos e respiradores caiu por terra, porque houve uma pressão a mais e o fornecimento foi repassado todo para os Estados Unidos, que deslocou para lá 23 aviões cargueiros. E então não podemos contar com essa capacidade de ampliar os leitos para ter condições de receber um número muito grande de infectados”, justificou.

Elexplicou que, embora o Estado conte com capacidade hospitalar, inclusive com a instalação de hospitais de campanha, o sistema de Saúde não dará conta de atender uma demanda alta com os equipamentos que possui hoje. “Quando a gente mantém a quarentena como fizemos aqui é para não aumentar o número de casos graves. Se eu amanhã libero e não tenho estrutura para receber uma quantidade grande de infectados, teremos um problema”, apontou.