AD

Bom exemplo: Eduardo Prado destina 60% do seu salário para compra de cestas básicas

O deputado Delegado Eduardo Prado (PV) vai doar mais da metade de seu salário para a aquisição de cestas básicas para ajudar as pessoas que estão em vulnerabilidade social e enfrentam condições escassas durante a pandemia do novo coronavírus.

A ideia surgiu após o parlamentar lançar uma campanha de arrecadação de alimentos e ter recebido vários vídeos e mensagens de pessoas desesperadas, que passam por dificuldades nesse momento de pandemia. “Por meio do gabinete virtual, foi possível arrecadarmos, até agora, com repasse dos recursos e doações, mais de 400 cestas básicas para essas pessoas, mas é preciso fazer mais, já que recebemos centenas de pedidos de cestas por dia. Por isso, nosso objetivo é triplicar esse número pelo menos”, enfatiza.

O deputado defende que aquele que tem mais condições financeira, precisa socorrer o próximo e afirma que isto é uma obrigação em meio a toda essa crise. Prado ainda encaminhou ofícios endereçados ao governador Ronaldo Caiado (DEM) e à primeira-dama e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, solicitando a doação de mantimentos para comunidades terapêuticas.

No texto dos ofícios, o parlamentar ressalta que as comunidades terapêuticas são entidades privadas, sem fins lucrativos, que realizam o acolhimento em regime residencial transitório, em caráter voluntário, de pessoas com problemas associados ao uso nocivo ou dependência de substância psicoativa, no âmbito do SISNAD – Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas. E que em sua maioria as comunidades são mantidas por incentivos e repasses do Governo, doações de particulares e do setor privado. “Por isso, é necessário elaborar um plano de assistência e doações de alimentos para as comunidades terapêuticas de nosso estado, destinando recursos para manutenção dos serviços prestados”, reintera o deputado.