(URGENTE) Caiado não cede a empresários e baixa decreto prorrogando quarentena

O governador Ronaldo Caiado baixou nesta sexta-feira (3) novo decreto com restrições para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no Estado. O fechamento do comércio e das escolas foi prorrogado por mais 15 dias, com pouquíssimas exceções. As feiras livres foram liberadas, mas com restrições. O decreto determina que, durante o funcionamento das feiras, “está vedado o funcionamento de restaurantes e praças de alimentação, o consumo de produtos no local e a disponibilização de mesas e cadeiras aos frequentadores.”

A decisão também permite o funcionamento de autopeças e, desde que estejam às margens da rodovia, de borracharias, oficinas e restaurantes e lanchonetes instalados em postos de combustíveis. Estabelecimentos que estejam produzindo exclusivamente insumos para auxílio no combate à covid-19 também poderão funcionar.

Os cartórios extrajudiciais goianos também poderão entrar em atividade, mas deverão observar as normas editadas pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás. Além destes, escritórios liberais funcionam – sem a possibilidade de atendimento presencial ao público -, e instituições de ensino, públicas e privadas, estão liberadas para exercer suas atividades administrativas.

Decreto